quinta-feira, 17 de março de 2011

SE BEBER, NÃO EVANGELIZE




- 1 Coríntios 6:12

            Nos temos da parte de Deus liberdade para tomar nossas decisões. Podemos fazer o que quisermos de nossas vidas, pois tudo nós é lícito. Mas nem todas as coisas convém que façamos. O grande problema é que no mundo, cada vez mais é conveniente a prática do pecado. Viver de maneira errada hoje é “padrão”. O comum não é mais uma família feliz e fiel, mas desestruturada, com traições, mentiras. Antigamente falar sobre ter relações sexuais só após o casamento era algo comum até para quem não era crente. Mas hoje quando falamos que nos guardamos nessa área somos considerados “extraterrestres”.
         Cada vez mais aquilo que convém para o mundo não convém para nós que servimos a Deus. A cada dia temos que não aceitar o aceitável da vida para viver na santidade e vontade plena de Deus.

- 1 Coríntios 6:10-11
            Uma serie de pecados levam o homem a se afastar de Deus e não entrar no reino dos céus. Entre estes pecados está a bebedice. Beber não é crime. Temos acesso a bebidas em qualquer mercado, posto de gasolina, não precisamos ir a um bar para encontrar bebidas. É facilmente aceitável por qualquer nível da sociedade o uso de bebidas, cigarros, camisinhas e drogas lícitas. Mas a questão está na consequência que o homem tem diante destes atos.

- Gênesis 9:20-25 / 19:30-38
            Nestas passagens vêmos dois homens tendo atitudes que provavelmente não teriam tido, se estivessem sóbrios. A vergonha de Noé e a imoralidade de Ló aconteceu mediante a embriaguez. Noé amaldiçoa ao filho de Cam. E da descendência de Ló deu-se origem aos moabitas e amonitas, que se tornaram inimigos de Israel, introduzindo adoração a   falsos deuses. Entre eles Moloque, adorado com sacrifícios de crianças.

- Provérbios 20:1
            A Bíblia condena a embriaguez, mas em alguns trechos fala sobre beber vinho. Jesus transformou água em vinho. Paulo recomendou que Timóteo tomasse vinho, por causa do problema que tinha no estômago. Então muitos entram em debate com isto. Se podemos ou não beber.
         Precisamos entender o contexto da época e qual vinho a Palavra está falando. Muitas as vezes a palavra vinho está querendo dizer mosto, que é o suco de uva, antes de ser fermentado. O vinho passa a ter um teor alcoólico após um processo de envelhecimento e fermentação.
         Na passagem em que Jesus transforma água em vinho, dificilmente seria um vinho com álcool. Jesus fez a transformação na hora e o Senhor não iria contrariar a palavra, levando pessoas que já haviam bebido muito vinho na festa a se embriagar com o vinho que ele havia transformado.
         No caso de Paulo e Timóteo. Paulo abre uma exceção para Timóteo tomar vinho para seu problema. Mas muitos pegam uma exceção e querem transformar em regra, para satisfazer o desejo da carne ou até o seu vício.
         Temos que entender também que o processo de fermentação naquela época era natural, não tinham tecnologia para acrescentar álcool. O vinho com mais álcool na Palestina tinha 8% de álcool e eram diluídos em 3 ou 4 partes de água para 1 de vinho.
         Embora não seja condenado o contato com a bebida, o simples “beber socialmente” tem levado a muitos cristão caírem e não serem exemplos. Nós sabemos da onde Deus nos tirou e também o contexto que vivemos hoje. Para que vamos brincar com a vida e tocar naquilo que tem trazido tanta destruição para diversas vidas e famílias? Hoje temos diversas formas de cuidar de nossa saúde sem precisarmos ter algum contato com aquilo que está totalmente contaminado. E não devemos buscar desculpas para satisfazer aquilo que queremos fazer por nossa opção.             
         Devemos ser sempre sóbrios, pois o diabo busca um pequeno deslize nosso, uma falta de controle para nos ridicularizar. Fomos libertos por Deus de tantas coisas, e talvez somos roubados por aquilo que é muito pequeno, mas que nos tira do cumprir da vontade de Deus.
        
- 1 Coríntios 6:17-20
            Nosso corpo é santuário de Deus. Devemos pensar em tudo o que fazemos com ele, pois cuidamos dele não só para nós, mas para Deus.

- Romanos 14:20-23
            Não consigo imaginar hoje um cristão evangelizando com uma lata de cerveja na mão. Isto escandalizaria, pois até o mundo já espera de nós uma atitude diferente. Vamos nos afastar daquilo que é contaminado e ganhar vidas para Cristo, com nosso testemunho de vida.

- Efésios 5:18-21
            Nossa busca deve ser por aquilo que nos edifica e não nos destrói e nos leva a vergonha.


         Eu quero me embriagar do Espírito Santo de Deus!

2 comentários:

  1. Olá

    Por favor

    Quem é o autor desse texto é o Pr. Tarcisio, gostaria de usar o mesmo em meu blog, posso?

    Valeu

    ResponderExcluir
  2. Essa palavra foi benção..o culto pegou fogo
    nosso pastor é muito usado por DEUS..
    Agora sim sabemos a verdade sobre a Bebida,eu tinha minhas duvidas pois são tantos evangelicos que bebem.eu nem sabia que existiam homems de deus na biblia que se embreagaram.

    BOM PRECISAMOS DE UM MERGULHANDO EM DIADEMA...
    Tamo JUnto Galera..bjus!!!
    Denisy Carvalho

    ResponderExcluir